Nurap – Núcleo de Aprendizagem profissional – Jovem Aprendiz

O Nurap

O Núcleo de Aprendizagem Profissional, NURAP, é uma entidade sem fins lucrativos ou Organização não Governamental (ONG), Fundada em 1987 por associados (rotarianos) do Rotary Club de São Paulo Brooklin e Rotary Clube de São Paulo Morumbi.

graficoA obra destaca-se por manter projetos 100% gratuitos sem utilizar recursos públicos de nenhuma esfera e, para sua manutenção, conta exclusivamente com a colaboração de empresas e pessoas que partilham do ideal de promover o ser humano para que ele seja o agente de transformação de sua própria história.

Ao longo de sua existência, o NURAP já formou e encaminhou ao primeiro emprego 10.500 jovens de ambos os sexos, da região periférica de São Paulo.

As estatísticas mostram que desses 10.500, 90% permaneceram em alguma empresa conveniada durante o aprendizado; dentre esses, 50% foram absorvidos pelas empresas como funcionários; do restante, 25% conseguiu recolocação em curto prazo devido a experiência anteriormente adquirida.

O objetivo é atender jovens obrigatoriamente estudantes, provenientes de famílias cuja renda não ultrapassa a marca de 3 salários mínimos mensais. Tradicionalmente todos os membros de uma mesma família registram sua passagem pela entidade.

© Viorel Sima - Fotolia.com

Adotando o critério de vincular a permanência na empresa à freqüência no ensino formal, o projeto contemplou sua função educativa inibindo a evasão escolar, fato tão comum aos adolescentes dessa camada social, que sem estímulo e perspectiva de futuro, abandonam o ensino regular para ingressar no mercado informal de trabalho.

O sucesso do projeto está consagrado através de seus antigos alunos que hoje, já desvinculados da entidade, retornam relatando sua atual situação, donde pudemos tabular os seguintes dados:

  • 50% cursaram ou estão cursando o nível superior, em alguns casos custeado total ou parcialmente pela própria empresa onde iniciou e permanece até hoje;
  • Não há registros de casos onde o adolescente passou a exercer atividades ilícitas ou lançou-se na marginalidade e conseqüentemente está ou esteve preso;
  • Não há casos de falecimento de forma violenta.

Anualmente a entidade recebe cerca de 1.000 novas inscrições para ingresso no projeto, porém esse número já é o resultado da aplicação dos critérios idade/escolaridade e condição sócio econômica familiar, pois a procura, sem estabelecer-se critérios, chega a 3.000.

Prédio do Nurap, em Santo Amaro

Dentro da proposta de pautar seu trabalho na qualidade, modernidade e sobretudo seriedade, a entidade buscou parcerias com os mais renomados e qualificados órgãos governamentais ou particulares, contando hoje com o apoio e o reconhecimento do Ministério Público do Trabalho, Ministério do Trabalho e Emprego e o Conselho Municipal da Criança e do Adolescente.(CMDCA).

Instalada em sede própria, a entidade reúne condições físicas, administrativas e pedagógicas para atender no mínimo o dobro da população que atualmente vem atendendo, porém para isso precisa de sua ajuda.

Mais informações em www.nurap.org.br

.